Publicidades

24/01/2018 | 21:32 | Esporte

Grêmio leva gol nos acréscimos, perde para o Avenida e segue sem vencer no Gauchão

Tricolor segue estacionado com um ponto na competição

Marques (E) fez o segundo gol do Avenida no jogo (Carlos Macedo / Agência RBS)


O time de transição do Grêmio sofreu com falhas defensivas e perdeu por 3 a 2 para o Avenida, nesta quarta-feira (24), pelo Gauchão. Após abrir o placar no primeiro tempo com Jean Pyerre, o time de César Bueno levou a virada com gols de Luis Henrique e Marques. Nos minutos finais, Paulo Miranda empatou a partida, mas no último lance da partida Toto definiu a vitória para o time de Santa Cruz. Com o resultado, o Grêmio seguiu estacionado com um ponto na competição. O próximo jogo será contra o São José, domingo, o último com a garotada antes da estreia dos titulares.


Nos minutos iniciais, o Grêmio teve maior presença no ataque. Aos três minutos, a primeira chance saiu dos pés de Jean Pyerre. O meia interceptou a bola na entrada da área, armou o chute de pé esquerdo e obrigou o goleiro Rodrigo a espalmar a bola para fora. Outra chance ocorreu aos 13 minutos, quando Lima lançou Isaque na área. Mas o camisa 9 não conseguiu encobrir o goleiro.


O Avenida, então, passou a utilizar cobranças de laterais na área para levar algum perigo. Aos 14, a jogada até deu certo, mas Hyantony concluiu em cima da zaga e a bola saiu por cima do gol de Bruno Grassi. 


O Grêmio passou a utilizar a velocidade de Madson para ir ao ataque. Aos 15, o lateral arrancou pela esquerda desde o campo defensivo até a área, mas a conclusão foi para fora. Aos 19, o mesmo Madson voltaria a levar perigo em chute de fora da área desviado por Claudinho.   


Mas o que fez a diferença para o Grêmio foi a técnica de Matheus Henrique. O volante deu belo lançamento a Isaque, dentro da área, que foi derrubado por Luís Henrique. Na cobrança do pênalti, aos 35 minutos, Jean Pyerre teve tranquilidade para deslocar Rodrigo e abrir o placar.


Depois do gol, o Avenida arriscou chutes de longe. Em três tentativas, primeiro com Fidelis, depois com Itaqui em cobrança de falta, e com Maurício, o resultado foi o mesmo: a bola passou ao lado da meta de Grassi. Aos 45, Lima teve chance de ampliar. Mas, livre na área, concluiu em cima do goleiro.


No início do segundo tempo, o Avenida levou perigo com Hyantony, aos três minutos. O centroavante ganhou da zaga do Grêmio e chutou rasteiro, para defesa de Bruno Grassi. Aos seis, foi a vez de Maurício receber na área e concluir em chute cruzado, mas a bola foi por cima. 


Aos 15, o Avenida explorou a principal dificuldade da defesa do Grêmio neste início de ano: a bola parada defensiva. Em cobrança de escanteio de Itaqui, o zagueiro Mendonça errou o tempo no cabeceio e deixou Luís Henrique livre para desviar para o fundo do gol de Grassi: 1 a 1.


A trágica noite da zaga do Grêmio ainda teria mais uma falha grave. Aos 25, Paulo Miranda escorregou na frente de Hyantony, que roubou a bola e deu assistência a Marques, completamente livre, concluir sem chances de defesa para Bruno Grassi.


O técnico César Bueno tentou reanimar o time para buscar o empate colocando Alisson, Thonny Anderson e Thaciano em campo. Aos 28, o gol quase veio em confusão na área do Avenida: Claudinho tentou afastar a bola e furou, mas o goleiro Rodrigo estava atento para fazer a defesa.


Desestabilizada por sofrer a virada, a defesa do Grêmio ainda cometeria outro lance bizarro: Bruno Grassi entregou nos pés de Maurício, Paulo Miranda escorregou no combate e a bola sobrou para Marques, que concluiu em chute salvo pelo goleiro do Grêmio. Aos 36, Madson ainda mandaria um chute na trave. Aos 45 minutos Paulo Miranda também foi perigo na área do Avenida: aproveitou cobrança de escanteio de Thaciano para empatar. Só que, aos 48, Toto mandou uma bomba da entrada da área que desviou em Mendonça e tirou qualquer chance de defesa de Bruno Grassi.

Fonte: Gaúcha ZH

Mais notícias desta categoria

Publicidades


Mario Junior designer