Publicidades

08/02/2018 | 05:35 | Esporte

De virada, Grêmio faz 2 a 1 no Brasil-Pel e vence a primeira no Gauchão

Equipe de Renato Portaluppi chega aos quatro pontos na competição

André ¿?vila / Agência RBS


A mão de Renato fez o Grêmio vencer pela primeira vez no Gauchão. O técnico mudou a cara do time no segundo tempo e superou, de virada, o Brasil-Pel por 2 a 1 nesta quarta-feira (7), na Arena. Com gols de Alisson e Luan, a equipe chegou aos quatro pontos, deixou a lanterna do campeonato e, agora, tentará engatar uma sequência de vitórias para ingressar entre os oito primeiros e se classificar às quartas de final.


Com Cícero mantido como titular no ataque, o Grêmio tomou a bola para si nos minutos iniciais. No entanto, o Brasil-Pel de Clemer, embora estivesse com dupla de zaga reserva, montou um competente sistema de marcação com uma linha de quatro jogadores fixa à frente da área. Assim, bloqueava as tentativas de ataque do time da casa pelo chão.


Para furar o bloqueio, o Grêmio passou a usar jogadas pelo alto. Logo aos três minutos, Léo Moura fez um lançamento em diagonal para Everton dentro da área. A tentativa foi nos pés do atacante, que ingressou em velocidade dentro da área. Mas o erro no domínio possibilitou uma fácil defesa ao goleiro Marcelo Pitol. Outra chance saiu dos pés de Luan, aos 11 minutos, em conclusão por cima do gol.


Um lance polêmico, aos 16, gerou reclamações do Grêmio contra a arbitragem. Após cruzamento de Madson, Luan cabeceou a bola na barriga de Éder Sciola e, depois, ocorreu um toque na mão. O árbitro Anderson Farias nada marcou.


Com 68% de posse de bola no primeiro tempo, o Grêmio tinha dificuldade em criar chances de perigo ao gol de Marcelo Pitol. Nas cobranças de falta próximas da área, Luan fazia o cruzamento e a zaga do Brasil-Pel impedia qualquer chance de cabeceio. Também tentou conclusões de fora da área com Jailson e Léo Moura, sem sucesso algum.


Aos 28, Everton teve boa chance em arrancada pela esquerda. Mas, ao demorar para concluir, foi desarmado. Aos 35, a melhor oportunidade do Grêmio veio com Maicon, que recebeu de Luan na entrada da área e mandou um chute forte para boa defesa de Pitol.


Mas nos minutos finais, só deu Brasil-Pel. Aos 38, Alisson Farias fez bela jogada pela esquerda e cruzou para Toty, que aproveitou o erro de marcação de Maicon e, livre, finalizou para grande defesa de Grohe. E, aos 39, após cobrança de escanteio, Toty cruzou nos pés de Robério, que se antecipou a Geromel para concluir no ângulo de Marcelo Grohe: 1 a 0.


— Tivemos a bola o jogo todo e não conseguimos criar chances. A equipe deles está fechada, como imaginávamos. Em um descuido, tomamos o gol — lamentou Grohe no intervalo.


O Grêmio voltou do vestiário com duas mudanças: Alisson no lugar de Madson e Jael na vaga de Jailson. Assim, Léo Moura passou a ser lateral-direito e Cícero alinhou ao lado de Maicon como volante. E, com mais velocidade, o time de Renato não demorou para chegar ao empate. Aos sete minutos, Alisson disparou com a bola pelo meio e mandou um chute forte da entrada da área, que quicou no gramado e traiu Pitol: 1 a 1.


Com o gol, o Grêmio empurrou o Brasil-Pel para seu campo defensivo. E, por meio da insistência de Everton, conseguiu buscar a virada. Após se esforçar para dominar lançamento de Maicon na ponta esquerda, o Cebolinha acertou um cruzamento perfeito para Luan, que, aos 17, dominou livre na área e só teve o trabalho de empurrar a bola para o fundo do gol e virar o jogo.


Com a vantagem no placar, o Grêmio teve boas chances para ampliar. Aos 22, Luan cobrou falta na cabeça de Kannemann, que mandou perto da trave de Pitol. Aos 23, foi a vez de Alisson tentar o cruzamento para Everton, que ingressou em velocidade na área e concluiu por cima.


O Brasil-Pel tentou reagir nos minutos finais, em uma conclusão do capitão Leandro Leite. Mas foi pouco para buscar o empate. O Grêmio, enfim, venceu a primeira no Gauchão.

Fonte: Gaúcha ZH

Mais notícias desta categoria

Publicidades


Mario Junior designer