Publicidades

26/03/2018 | 15:14 | Política

Vereadores aprovam projeto de expansão urbana de Três de Maio

Paulo Marques Notícias


Por seis votos a cinco, os vereadores de Três de Maio aprovaram o projeto de expansão urbana da cidade de Três de Maio no entorno da rodovia municipal (prolongamento da Avenida Santa Rosa) que liga a cidade de Três de Maio à BR-472, na sessão extraordinária nesta segunda-feira (26). 


O projeto, protocolado no Legislativo pelo prefeito Altair Copatti em fevereiro, define as áreas nas quais poderão ser instaladas indústrias e quais serão destinadas exclusivamente para a construção de moradias. O vereador Orlando Maier (PT) disse que para a elaboração do projeto de lei foi realizado um estudo técnico, como análise ambiental.


O texto prevê que a definição de Área Mista I (Comércio e Residências), Área Mista II (Comércio e Empresas de Médio e Baixo Risco) e Área Mista III (que compreende empresas e unidades industriais maiores que ficariam longe de áreas residenciais). 


A tramitação do projeto na Casa foi marcada por muita polêmica. Vereadores de oposição entendiam que deveria ter sido feita uma discussão mais ampla com a comunidade. Mas a Prefeitura de Três de Maio alegou que foi realizada audiência pública. 


O vereador Marcos Corso (PP), presidente da comissão criada para analisar a proposta, emitiu parecer contrário à aprovação do projeto. Segundo o parlamentar, a decisão foi baseada na opinião dada por engenheiros, arquitetos, topógrafos e geólogos do município. A Associação Comercial e Industrial (ACI) também se manifestou contra. 


Conforme o secretário municipal do Desenvolvimento Econômico, Paulino Menegat, a ampliação urbana vai permitir a instalação de uma fábrica de equipamentos para colheitadeiras no município. As conversações apontam que, inicialmente, seriam gerados em torno de 50 empregos diretos. Menegat explica que antes da elaboração do projeto foi realizado um estudo técnico pelos órgãos competentes do município com a aprovação do Conselho Municipal de Desenvolvimento Sustentável.


Após a aprovação, algumas pessoas que são contra o projeto disseram que irão procurar o Ministério Público.

Fonte: Radio Colonial

Mais notícias desta categoria

01/09/2018 | 05:52

TSE rejeita candidatura de Lula

Publicidades


Mario Junior designer