Publicidades

09/08/2018 | 05:53 | Geral | Três de Maio

Prestação de contas da 5ª Expoterneira mostra superávit modesto

Alexandre de Souza


A 5ª Expoterneira e Feira da Economia Familiar, realizada de 11 a 15 de abril, não atingiu o resultado financeiro esperado pela comissão organizadora. Conforme o presidente da edição deste ano, Dilson Mireski, o superávit de R$ 55 mil pode ser explicado por vários fatores, como a recessão econômica, o corte de verbas da União e do governo estadual, a crise do leite e a cobrança de ingressos somente no último dia da feira.


- Todo e qualquer lucro deve ser celebrado. Talvez não é aquilo que planejamos, mas é preciso considerar que foi uma feira atípica em razão da situação econômica do país. Algumas empresas públicas que foram parceiras em edições anteriores, desta vez cortaram investimentos importantes – analisou Mireski.


Mesmo assim, Dilson Mireski acredita que a Expoterneira atingiu as metas estabelecidas para a feira neste ano. Ele destacou a volta da Expodinâmica em uma área de quatro hectares como um dos grandes avanços da 5ª edição. No espaço, foram apresentadas novidades em tecnologias de soja, milho, forragens e pastagens. 


- O resultado da Expoterneira ficou abaixo do projetado, mas não deixou de ser uma grande feira pelas inovações que fizemos. Trouxemos, mais uma vez, as melhores terneiras da região para a nossa exposição. 


Além disso, Mireski lembra que foram feitas melhorias no Parque de Exposições Germano Dockhorn. O investimento chegou a R$ 150 mil. Ressaltou ainda o apoio financeiro da Prefeitura e da Câmara de Vereadores de Três de Maio e a parceria com empresas e entidades do agronegócio no município.


A próxima edição da Expoterneira, que será presidida pelo secretário municipal de Obras, Cláudio Siqueira, será realizada em 2020.

Fonte: Rádio Colonial

Mais notícias desta categoria

Publicidades


Mario Junior designer