Publicidades

22/09/2018 | 06:22 | Educação | Três de Maio

Casos avaliados no Serceps incluem livro do Sistema Protea-R

Profissionais utilizaram a avaliação infantil do Sistema para diferenciar o diagnóstico de crianças com Transtorno do Espectro Autista e Transtorno da Linguagem

SETREM/divulgação


Um grupo de profissionais do Serviço-Escola de Psicologia da Setrem (Serceps) utilizaram a avaliação infantil do Sistema Protea-R para diferenciar o diagnóstico de duas crianças com Transtorno do Espectro Autista (TEA) e Transtorno da Linguagem (TL). O trabalho foi desenvolvido no Núcleo de Atenção à Pessoa com Transtorno do Espectro Autista (NAP-TEA) e resultou na elaboração de um capítulo incluso na Coleção Protea-R, organizado pelas autoras Dra. Cleonice Alves Bosa e Dra. Jerusa Fumagalli de Salles, lançado nacionalmente pela editora Vetor.


Com o título "O sistema Protea-R no auxílio do diagnóstico diferencial entre o Transtorno do Espectro Autista e o Transtorno de Linguagem", o capítulo é de autoria da coordenadora do NAP-TEA, Ms. Fernanda Szareski Pezzi, ao lado da ex-coordenadora do curso de Psicologia da Setrem, Dra. Regina Basso Zanon, da fonoaudióloga e psicóloga Dra. Bárbara Backes e da Dra. Cleonice Bosa.


A coleção Protea-R é composta de um manual e de livros de aplicação. “Esse material está disponível para avaliação de crianças que ingressam no NAP-TEA com suspeita de Transtorno do Espectro Autista. A avaliação é realizada por estagiárias do Núcleo, com supervisão e acompanhamento das professoras”, explica Fernanda. A coordenadora do Serceps, Marta Lorentz, acrescenta que, além da avaliação, quando manifestada a demanda, ocorre a intervenção e a estimulação precoce com essas crianças. O Núcleo é aberto a toda a comunidade e sempre que houver a necessidade pode ser acessado via Serceps, diretamente no Campus Setrem ou pelo telefone (55) 3535-4615.

Fonte: Assessoria SETREM

Mais notícias desta categoria

Publicidades


Mario Junior designer