Publicidades

08/11/2018 | 05:33 | Polícia

Após roubar e torturar idoso, trio é detido fazendo compras com cartão da vítima em Lajeado

O homem de 71 anos, morador de Teutônia, foi amarrado em uma árvore em Paverama e teve dois dentes quebrados

BM recuperou o carro da vítima, que estava sendo usado pelo trio - Brigada Militar / Divulgação


A Brigada Militar de Lajeado prendeu em flagrante nesta quarta-feira (7) dois homens e apreendeu uma adolescente de 13 anos no Centro do município do Vale do Taquari, fazendo compras com o cartão de crédito de um idoso de 71 anos. O trio também estava com o carro da vítima, roubado na noite de terça-feira (6).


O idoso teve a casa invadida pelos três e foi levado como refém no próprio veículo até uma área rural em Paverama, onde foi amarrado a uma árvore e espancado até fornecer a senha do cartão. 


O caso será investigado pelo delegado Humberto Roehrig, de Teutônia. De acordo com a Polícia Civil, a adolescente procurou o idoso por volta de 21h na casa dele, dizendo que queria informações sobre aluguel de imóveis. Em seguida, os dois homens armados invadiram o local e deram um soco no rosto do proprietário, que teve dois dentes quebrados. 


Ele foi feito refém e, como não tinha muitos objetos de valor em casa, foi levado junto com o próprio veículo até a localidade de Linha Morro Azul, no município de Paverama. No local, teve as mãos amarradas a uma árvore com cadarços. Ele levou vários socos e pontapés até fornecer a senha do cartão de crédito. Os ladrões estavam usando o cartão do idoso para comprar tênis, roupas e perfumes em lojas de Lajeado. 


Roehrig destacou que o caso foi registrado da delegacia de Paverama e que no momento está buscando todas as informações pra concluir o inquérito o mais rápido possível. 


Os homens presos têm antecedentes criminais. A adolescente foi encaminhada para a Fundação de Atendimento Socioeducativo (Fase). A polícia ressaltou que só vai divulgar os nomes dos dois presos após a conclusão da investigação. A vítima, já ouvida em uma delegacia de polícia, está tendo o nome preservado por questões de segurança. 

Fonte: Gaúcha ZH

Mais notícias desta categoria

Publicidades


Mario Junior designer