Publicidades

29/11/2018 | 12:44 | Praia Notícias | Polícia

Três acusados de matar homem e esconder corpo dentro de freezer vão a júri popular em Joinville

A sessão começa às 9h no Tribunal do Júri do município. Outras duas pessoas serão julgadas posteriormente

Freezer com corpo esquartejado estava em galpão abandonado de Joinville ? Cinthia Raasch/RBS TV


Três acusados de participarem do assassinato de Marciel Cidral, que teve o corpo encontrado em um freezer de um galpão em Joinville em 2015, vão a júri popular nesta quinta-feira (29).


O corpo foi encontrado em 9 de outubro, no bairro Petrópolis. Conforme a denúncia do Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), a vítima tentou recuperar uma moto roubada e os suspeitos o mataram. Segundo a PM, o homem teve os ossos quebrados para que coubesse no freezer.


A sessão está marcada para iniciar às 9h no Tribunal do Júri de Joinville, no Norte catarinense. Serão julgados os réus Jean Carlos de Souza, Sandro Pereira e Luziane de Assis de Albuquerque.


Na época, cinco pessoas chegaram a ser presas. Os outros dois serão julgados em outro processo, que foi desmembrado pela Justiça.


Denúncia


Segundo o MPSC, a vítima foi até o galpão para tentar encontrar uma moto que havia sido furtada que estava com os dois acusados que serão julgados em outro processo. Quando chegou ao local, Marcial exigiu que eles entregassem o veículo.


Começou uma briga e Jean Carlos, Sandro e Luziane, além de uma sexta pessoa não identificada, passaram a ajudar os dois homens a agredir a vítima, usando também objetos cortantes. Marciel foi atingido principalmente na cabeça.


Conforme a denúncia, eles mataram a vítima com o objetivo de ocultar e garantir a impunidade dos crimes de furto e posterior receptação da moto, que estava escondida no galpão. O furto havia sido feito no dia anterior.


Após a morte de Marciel, o corpo dele foi colocado dentro de uma geladeira que havia no galpão e foi encontrado pela Polícia Militar. Os cinco acusados foram presos no local. A sexta pessoa que participou do homicídio conseguiu fugir.

Fonte: G1

Mais notícias desta categoria

Publicidades


Mario Junior designer