Publicidades

12/12/2018 | 15:51 | Educação

Estudantes de Pós-graduação da FAHOR realizam Visita Técnica

Fahor/divulgação


No último sábado, dia 8, os estudantes da Especialização em Engenharia de Segurança do Trabalho realizaram uma Visita Técnica para a CRVR - Companhia Riograndense de Valorização de Resíduos e Coopervida - Cooperativa de Reciclagem, ambas no município de Giruá. A visita foi realizada, devido à relação com a disciplina de “Proteção do Meio Ambiente”, ministrada pela professora Marliza Beatris Reichert.


Na CRVR, os estudantes foram recebidos pela Supervisora Tassia Fernanda Mos. Antes de conhecer o local onde é disposto os resíduos sólidos, a Engenheira realizou uma abordagem falando sobre os tipos de aterros, passos de implementação de um aterro sanitário, escolha da área (local), compactação e impermeabilização do solo, licenças ambientais, disposição dos resíduos, drenagem e tratamento do chorume, canalização do gás metano, capacidade de recebimento de resíduos e tempo de vida útil do aterro.


Já na Coopervida, os estudantes foram recebidos pela Bióloga Carine Zambonato e pela Presidente da Cooperativa, Ilaine Lamb. Carine e Ilaine explicaram durante a visita, como são os processos de separação, enfardamento e a comercialização dos resíduos sólidos, quais municípios entregam seu resíduo seco para a Cooperativa, e também realizaram uma abordagem sobre a necessidade de conscientização de muitas pessoas, que não separam corretamente os resíduos.


Na disciplina “Proteção do Meio Ambiente”, os pós-graduandos estudam assuntos relacionados à importância da preservação do meio ambiente, aprendem a relacionar os critérios e técnicas de avaliação e controle de poluentes e a destinação correta dos resíduos sólidos. “Foi de fundamental importância a Visita Técnica,  para que os estudantes pudessem ver como são os processos de implementação de um aterro sanitário e o seu manejo, bem como o funcionamento de uma usina de reciclagem de resíduos sólidos”, explicou a professora Marliza.


Vale destacar que essa atividade extraclasse é uma das maneiras de tornar o processo de aprendizagem mais produtivo. Segundo a professora Marliza, que organizou a visita, o estudo da teoria em sala de aula é requisito básico e percebe-se a necessidade de inovar nesse processo. "Mediante novas metodologias didáticas que têm por objetivo dinamizar os métodos de ensino, buscamos nas metodologias ativas que estão sendo aplicadas, as visitas técnicas, que instigam o empenho e consequentemente o entendimento dos conteúdos, por parte dos estudantes", destacou a professora. 

Fonte: Assessoria Fahor

Mais notícias desta categoria

Publicidades


Mario Junior designer