09/08/2017 | 12:34 | Praia Notícias | Polícia | Trânsito Motorista se apresenta à polícia três dias após duplo atropelamento Delegado disse que suspeito admitiu que dirigia o carro que atingiu três homens no domingo (6)

Audi A3 foi abandonado na SC-401 após acidente no domingo (Foto: Thomas Braga/RBS TV)


Sérgio Orlandini Sirostky, um dos dois motoristas envolvido no duplo atropelamento em Jurerê Internacional, em Florianópolis, se apresentou à Polícia Civil na manhã desta quarta-feira (9), três dias após o acidente que deixou quatro feridos.


Segundo o advogado dele, Nilton Macedo, Sirostky, de 21 anos, prestou depoimento na 7ª Delegacia de Polícia da Capital, em Canasvieiras, no Norte da Ilha.


De acordo com o delegado responsável pela investigação, Otávio Lima, Sirostky admitiu que dirigia o Audi A3 que atingiu três pessoas no domingo (6).


Na visão da defesa, não há motivos "nem fundamento jurídico para um pedido de prisão preventiva". Conforme o delegado, o inquérito tem 30 dias para ser concluído e não deve ser expedida prisão do suspeito antes da conclusão.


Acidente na SC-402


O acidente ocorreu perto da saída de uma festa no início da manhã em Jurerê Internacional, no Norte da Ilha.


A Polícia Civil relatou que um Audi A3, que pertece a uma empresa, atropelou três homens na rodovia, dois de 23 e outro de 32 anos.


Em seguida, um SsangYong teria atropelado mais duas pessoas: um quarto homem, de 22 anos, que socorria as vítimas e um dos jovens que já tinha sido atropelado.


O A3, que era conduzido por Sirotsky, foi abandonado na SC-401 e levado para a 7ª Delegacia de Polícia da Capital.


Já motorista do Ssangyong, Eduardo Rios, foi abordado na avenida Beira-Mar Norte logo após o acidente. O carro estava com o parabrisa quebrado e havia um pedaço de jeans no parachoque.


2º motorista solto


Eduardo Rios, de 25 anos, foi liberado na segunda-feira (7), conforme o Juizado Criminal do Fórum do Continente, "porque não tentou fugir na hora" - ele alegou que deixou o local porque teria sido ameaçado.


Ele foi preso na avenida Beira-Mar Norte em flagrante por embiaguez ao voltante e lesão corporal culposa. O teste do bafômetro apresentou 0,74 mg de álcool por litro de sangue de Eduardo. O advogado dele não comentou o valor da fiança e informou ao G1 que não há confirmação de que seu cliente estivesse embriagado.


Estado de saúde das vítimas


Nesta terça, duas pessoas permaneciam internadas no Hospital Celso Ramos. Sérgio Teixeira da Luz é o mais grave, está na UTI. Um dos amigos dele, Rafael Machado da Cruz, também seguia internado.


Edson Mendonça de Oliveira e Maicon Mayer já foram liberados. Na terça, Maicon, que foi o quarto atropelado, contou ao G1 como foram os momentos antes da colisão.


Em nota divulgada na terça, o pai do motorista do Audi, Sérgio Sirotsky, afirmou lamentar o ocorrido. "Como pai, estou muito triste e peço desculpas aos jovens atingidos e a seus familiares, a quem vamos oferecer todo o apoio e solidariedade para que possam se restabelecer com saúde e retomar suas vidas".
Fonte: G1


Localizar notícia:

Jornalista Responsável: Paulo Airton Pires Marques
Reg. Prof. MTE/DRT/RS n° 16408
CNPJ: 15251707/0001-48
Telefone: 55 99645-2601(Whatsapp)
E-mail: paulomarquesnoticias@paulomarquesnoticias.com.br
Rua Professor Del Aglio, 128, Três de Maio-RS - CEP 98910-000