Publicidades

21/07/2021 | 05:26 | Saúde

Estado distribui vacinas contra a Covid-19 para imunizar adolescentes com comorbidades

Itamar Aguiar/Palácio Piratini

Os municípios gaúchos poderão começar a vacinar adolescentes de 12 a 17 anos com comorbidades, de acordo com definição e organizações locais, a partir dos próximos dias, quando forem distribuídas vacinas contra a Covid-19 da fabricante Pfizer. O Estado recebeu, entre segunda (19/07) e terça-feira (20/07), o total de 429.820 doses, assim distribuídas: 283.100 da Astrazeneca; 65.520 da Pfizer; 81.200, Coronavac.

A destinação dos imunizantes foi definida em reunião da Comissão Intergestores Bipartite (CIB), nesta terça (20/07). As doses serão utilizadas para avançar na vacinação por faixa etária e começar a vacinação dos adolescentes com comorbidades (exclusivamente com a vacina da Pfizer). Parte do lote de cada uma das fabricantes ficará reservada, até o momento mais oportuno, na Central Estadual de Armazenamento e Distribuição de Imunobiológicos (Ceadi), em Porto Alegre, destinadas para a segunda aplicação.

- Temos muitos adolescentes que precisam ser protegidos. Quem tem comorbidade tem o direito de receber a vacina - disse a secretária estadual da Saúde, Arita Bergmann.

A diretora do Centro Estadual de Vigilância em Saúde (Cevs), Cynthia Molina Bastos, explicou que “das pessoas que morreram por complicações da Covid-19 nesta faixa etária, 100% tinham alguma comorbidade, como obesidade, diabetes tipo 1, câncer ou doenças autoimunes, por exemplo”. Existe liberação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para vacinar este grupo com a vacina da Pfizer.

As remessas enviadas pelo Ministério da Saúde nesta terça (20) chegaram em dois voos, com 15 minutos de diferença, no fim da tarde. Em avião vindo do Rio de Janeiro, o Estado recebeu 234.500 doses de Astrazeneca. Às 18h, pousou em Porto Alegre avião vindo do aeroporto de Guarulhos com 65.520 doses de Pfizer.

Fonte: Rádio Colonial

Mais notícias desta categoria

Publicidades