Publicidades

14/09/2021 | 21:19 | Saúde | Três de Maio

Ministério Público indefere requerimento de auditoria contábil no São Vicente

Divulgação

O Ministério Público Estadual indeferiu o requerimento assinado pelos prefeitos dos seis municípios da região cuja população tem como referência a Unidade de Urgência e Emergência do Hospital São Vicente para a realização de uma auditoria contábil e financeira na instituição. De acordo com o despacho assinado pela promotora Carolina Zimmer, a intervenção do MP no impasse entre prefeituras e hospital dar-se-á com o propósito exclusivo de evitar que a população fique dessassistida, "assim como de mediar possível resolução consensual, por meio de celebração de Termo de Ajustamento de Conduta. 

A promotora entende também que como "os municípios possuem instrumentos jurídicos firmados com o nosocômio, entende que a solicitação de auditoria deve ser manejada pelo próprio ente público e os gastos com a realização da auditoria no Hospital São Vicente de Paulo deverão ser arcados pelos interessados.

O São Vicente de Paulo anunciou no último dia três o encerramento das atividades de Urgência e Emergência a partir de outubro. O hospital alega que não tem condições de pagar os honorários médicos dos plantonistas e que os valores repassados pelo Poder Público são insufucientes para cobrir os custos.

Fonte: Rádio Colonial

Mais notícias desta categoria

Publicidades