Publicidades

19/09/2021 | 13:09 | Esporte

Inter marca no fim e vence o Fortaleza pelo Brasileirão

Edenilson fez o gol do jogo, e time ingressa provisoriamente no G-6

Lauro Alves / Agência RBS

Sete jogos de invencibilidade. Este foi o número alcançado pelo Inter ao vencer o Fortaleza por 1 a 0, neste domingo (19), no Beira-Rio. O gol foi marcado por Edenilson já nos acréscimos. O resultado faz com que o Colorado ingresse momentaneamente no G-6 do Brasileirão, mas ainda depende dos resultados de Corinthians, Fluminense e Cuiabá para se manter na zona de classificação para a Libertadores até o final da 21ª rodada.

Sem poder contar com Taison, que se recupera de lesão muscular na coxa direita, Diego Aguirre escalou o meia Mauricio. A maior mudança se deu no setor defensivo, em que o treinador retomou a dupla de volantes à frente da área, reforçado de Rodrigo Dourado, que voltou de suspensão. A escolha ocorreu por conta da característica de jogo do adversário, que já no minuto inicial mostrou não ter viajado a Porto Alegre para se retrancar.

Lançado às costas do lateral Saravia, Lucas Lima cruzou na área, onde ingressou Ángelo Henríquez. Para a sorte de Daniel, o centroavante chileno errou o alvo, tirando tinta da trave. Minutos depois, a cena se repetiu, mas pelo outro lado do campo. Moisés subiu para bloquear o avanço do ala e gerou espaço para que Lucas Lima recebesse o passe e acionasse a infiltração de Éderson. Mais uma vez, a conclusão foi para fora.

Além de propor as ações, os visitantes ainda causavam problemas à defesa colorada, abafando a saída de bola junto aos zagueiros. A solução encontrada pelos comandados de Aguirre foi usar dos lançamentos para fugir da pressão. Em uma das raras escapadas, Patrick arriscou de longe e, com um desvio no meio do caminho, quase surpreendeu Felipe Alves.

Porém, era o Fortaleza quem trocava passes e levava maior perigo. Assim, tabelando com os companheiros de equipe, o ex-colorado Matheus Jussa surgiu na meia-lua para chutar nos braços de Daniel. Em seguida, foi a vez de Robson, em jogada pessoal, limpar a marcação e bater cruzado para criar nova oportunidade de gol.

Antes do intervalo, os donos da casa ainda conseguiram reagir em arremates de longa distância. Enquanto Yuri Alberto não conseguiu tirar do goleiro, Mauricio viu sua tentativa desviar na zaga e se perder pela linha de fundo.

Aguirre tentou mudar o panorama do segundo tempo, voltando do vestiário com Boschilia na equipe. Logo em sua primeira ação em campo, o meia foi derrubado na entrada da área. Ele mesmo efetuou a cobrança, mas a bola passou sobre o travessão.

Contudo, as jogadas articuladas seguiam sendo do time cearense, com a mesma fórmula da etapa inicial. Em bola alçada por Lucas Lima, Robson finalizou para defesa de Daniel. No rebote, Moisés ainda salvou em cima da linha. E quanto mais o Inter tentava se expor para responder, abria brecha aos visitantes. Novamente pelos pés de Lucas Lima, o Fortaleza exigiu outra defesa de Daniel, mas agora em conclusão de Yago Pikachu. 

Do outro lado do campo, porém, Felipe Alves fez o seu milagre também. Após bola alçada na área, Edenilson deu passe acrobático para Yuri Alberto, que finalizou de dentro da pequena área. Com o pé, o goleiro do Fortaleza impediu que o placar fosse aberto. O lance ocorreu no mesmo instante em que Aguirre chamava do banco de reservas Guerrero e Paulo Victor.

As chances perdidas fizeram o jogo esquentar ainda mais. Dentro de campo, dois jogadores perderam a cabeça e, após trocarem empurrões, acabaram expulsos: Saravia e David. A situação gerou espaços que inicialmente foram aproveitados por Boschilia. Foi assim que ele avançou sem ser acossado e chutou forte, obrigando o goleiro do Fortaleza a espalmar para fora.

A jornada foi impecável dos dois goleiros. Minutos depois, Éderson cobrou falta e, mesmo com um desvio na defesa, Daniel se esticou todo para evitar que a bola o encobrisse. Quando tudo parecia se encaminhar para um empate sem gols, Heitor, que acabara de entrar, inicia a jogada que mudaria o cenário. Edenilson invadiu a área, recebeu o passe e tocou na saída do goleiro: 1 a 0. Três pontos na bagagem.

Fonte: GZH

Mais notícias desta categoria

Publicidades